Textos Gravidicas

Ah, o tempo…

Ah, o tempo.
Quantos textos já escrevi sobre ele.
Já declarei inimizade e também já fiz as pazes tantas vezes nesses últimos anos, que nem sei mais.

Só sei que ele é cruel na maioria dos momentos.
Insiste em tomar a velocidade que quer, sem nem nos avisar a hora em que acelerará.
Mas mal sabe ele que tomei minha dose de noção, na medida em que me sentia prejudicada.

Já saquei seu jogo:
As lágrimas escorrem em câmera lenta, enquanto os sorrisos duram milésimos de segundos.

Tudo bem, eu entendo…
É sua função nos ensinar.
É dele que tiramos as maiores lições da vida.

Ele precisa passar, e com isso, precisamos aprender:
O que vale a pena aproveitar de verdade?
Onde devemos colocar a nossa energia, para que o passar do tempo seja só um mero detalhe?

Afinal, é incontestável: ele não para!

Mais um ano acabando e mais memórias pra guardar.
Posso dizer que em 2017 aprendi ainda mais sobre curtir cada minuto.
Não que eu tenha conseguido estar presente o tempo todo, mas enquanto estive, prestei atenção em cada detalhe…
Na sua nova paixão pelas letras e números…
No seu amadurecimento diário…

Continuo achando insana a forma como o tempo passa mais rápido depois que ela chegou.
Mas hoje tenho a certeza que ele é muito mais valioso desde então.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *