Uma carta para o meu filho mais velho

“Filho, meu amor.

Sei que já estamos falando disso há algum tempo, mas agora está mais próximo do que nunca… Seus dias de filho único estão contatos.
E não há como negar: Toda a atenção que você tinha da mamãe e do papai, agora precisará ser dividida. Mas isso não significa que você perderá em algum aspecto.
Deixamos de ser três, e agora seremos quatro. Você será o irmão mais velho, mas continuará sendo nosso primeiro grande amor.

Falando em amor, o que sentimos por você não diminuirá de forma alguma, e nem precisará ser “dividido” também. Afinal, o amor é um sentimento que na verdade, se multiplica.

Tenho certeza que você será o melhor “irmão mais velho” que existe. Assim como já é um filho maravilhoso.

Nunca esqueça que a mamãe e o papai te amam tanto que decidiram compartilhar mais desse amor, e por isso a nossa família está aumentando. Assim, teremos mais abraços, carinhos, alegrias, brincadeiras e histórias pra contar.

Logo encerraremos um ciclo e iniciaremos outro muito melhor.
Porque você continuará fazendo parte das nossas vidas, com a diferença de ter mais alguém que irá te amar loucamente!!!”

* Este texto foi escrito pela Camila Saes, mãe do Leo – o irmão mais velho da Amélie. E gentilmente cedido para que eu pudesse compartilhar no blog. Achei importante postar aqui, pois às vezes esquecemos (ou simplesmente não conhecemos) alguns pequenos detalhes sobre o que é “ter mais um filho”. Confesso que depois de ler isso, entendi um pouco melhor sobre essa imensidão que a gente conhece como “amor de mãe”. Ele não tem fim, apenas recomeços.
Obrigada, Camila. Tenho certeza que muitas mães se reconhecerão em suas palavras.

Um beijo,

3 Replies to “Uma carta para o meu filho mais velho

  1. Ser irmã mais velha é muito bom! Eu e a minha irmã temos 9 anos de diferença, sei que ela se espelha muito em mim. Somos amigas e nos damos super bem ~na medida do possível~hahahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *