Textos Gravidicas

Filha, me perdoa…

Me perdoa por tantas cobranças, tantas exigências, pela falta de paciência.
Me perdoa por acelerar teus passos quando tudo o que você quer, é pegar florzinhas pelo caminho.
Me perdoa por gritar quando você precisa de diálogo, e principalmente, quando você quer mesmo é ser ouvida.
Me perdoa por tropeçar na tua criatividade… Por ignorar suas comidinhas de massinha… Por não estar ali 100% de coração.
Me perdoa por ter esquecido, mesmo que por alguns minutos, que você ainda precisa muito de mim.
Te olhar tão mocinha me causa um desespero… E ao invés de fazer tudo certo, deixo a angústia tomar conta de mim, e então erro ainda mais.
É difícil de aceitar as mudanças… Mais difícil ainda é não querer que as coisas mudem. O coração fica apertado… A cabeça dá um nó.
E as vezes a visão fica turva e não me deixa perceber que ainda há muita beleza nessa nova fase.
Como pode ser tão difícil entender que você já não precisa tanto de mim, mas ao mesmo tempo me deseja em tempo integral?
O tempo é cruel, filha. Mas a ansiedade e o cansaço conseguem ser ainda mais avassaladores.
Me perdoa por trocar a sua infância pelos meus probelmas de adulto.
Você não tem culpa da confusão.
Na verdade, você sempre foi a solução pra toda dor… Me perdoa por ter esquecido disso.

Obrigada por nunca desistir de mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *