Uncategorized

Fio dental e enxaguante bucal: Quando começar a usar?

Engana-se quem pensa que maternar fica mais fácil com o passar to tempo… Porque cada dia a gente precisa entrar em uma nova batalha.

E quando trata-se da saúde bucal dos pequenos, a gente não pode perder uma briga.

Já falamos AQUI sobre alguns cuidados com os bebês neste aspecto, mas o assunto não acaba por aí… E o fio dental? E o enxaguante bucal? São necessários mesmo?

Então vamos por partes:

O fio dental deve ser inserido o mais rápido possível na rotina da criança. Principalmente se ela já tiver muitos dentinhos e eles forem bem próximo. Justamente porque nestes casos, a escova nem sempre consegue eliminar as bactérias.

Ele deve ser passado antes da escovação, e claro: com o auxílio de um adulto. (As crianças começam a adquirir destreza nisso a partir dos 8 anos, aproximadamente)

Dá para começar pelo modelo tradicional SIM. Mas como o mundo está em constante evolução eu preciso dizer: já inventaram um agente facilitador genial. Afinal, é quase impossível um adulto conseguir passar fio dental na boca de uma criança, bem na parte do fundo (a não ser que seja alguém MUITO paciente…)

Então se você não quer transformar isso num trauma, olha só:

Esse é um dos diversos modelos de “Kid Flossers”, que são nada mais, nada menos que: seguradores de fio dental. Essas belezinhas você já encontra em várias farmácias e são uma bênção! (Mas claro que o método tradicional é super válido – e sai mais barato, lógico)

Ps: Como tudo que se refere às crianças, essa nova tarefa seja inserida de forma gradual e sem muita pressão.

Já o enxaguante bucal tem hora certa para entrar em casa: No mínimo, após os 3 anos de idade. Que é quando a criança tem auto controle para não engolir. Por isso deve-se observar a coordenação motora e a habilidade dos pequenos para conseguirem, de fato, apenas enxaguar a boca (e não fazer do líquido, um suco).

Ele funciona como germicida e bactericida, mas é apenas um complemento para o fio dental e a escova de dentes.
Para iniciar o uso é preciso consultar o odontopediatra, que irá indicar a real necessidade, e a melhor marca do produto.
Mas já adianto que, mesmo que a criança tenha habilidade para NÃO engolir o líquido, os enxaguantes bucais de adultos estão fora de cogitação.

Lembrando que esse habito é reforçado diariamente pelo exemplo, e deve ser supervisionado no mínimo até os 7 anos.
E claro: As consultas com um odontopediatra devem ser frequentes, desde ainda banguelinhas! 🙂

Por um mundo cheio de sorrisinhos saudáveis (e boquinhas cheirosas)

Um beijo,

 

 

 

5 thoughts on “Fio dental e enxaguante bucal: Quando começar a usar?

  1. Imagino que deve ser bem difícil controlar passar o fio dental com cuidado nos pequenos, até hoje eu me machuco (acho que porque sou desastrada mesmo!)
    Mas o que mais chamou minha atenção mesmo foi esse sorriso maravilhoso da Bellinha, vontade de mordeeeer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *