#MamãeEmForma – Farinha de Maracujá: Funciona?

Eu nunca fui magra.
E com todas as condições/horários e possibilidades do meu dia-a-dia, eu dificilmente serei MAGRA.
Mas eu já me senti verdadeiramente gorda.
No nível que nenhuma roupa me agradava… Isso SE entrasse né?!

Engordei 13kg na gravidez e perdi em 6 meses.
Mas mesmo assim, continuava acima do peso.

Pesquisei sobre muitos tipos de dieta, e segui algumas, por uma semana no máximo.
Decidi que “fechar a boca” não era pra mim.
Fazer exercício então, xii, fora de cogitação.
Trabalhando fora, com criança pequena, casa pra cuidar, e pra ajudar um preguicinha infinita, NUNCA me sobrou um pingo de motivação para levantar e ir caminhar.

Resolvi que iria “me assumir” gordinha mesmo. 
Em janeiro de 2015, decidi que pararia de fazer dietas malucas e que apenas iria me alimentar melhor.
Comecei a comer mais verduras e cortei a barra de chocolate depois do almoço. (Quando tinha muita vontade, comia um tabletinho bem pequeno).
Fui aos poucos.

Um dia, passei em frente a uma loja de produtos naturais e vi que eles tinham todos os tipos daquelas farinhas funcionais. Por sorte, encontrei minha queridinha, a farinha de maracujá. (ou farinha da casca do maracujá)

Em 2011 eu tinha entrado numa “vibe saúde”. Fazia academia 4x por semana, me alimentava SUPER bem, e consumia uma colher da farinha de maracujá por dia. Emagreci 11kg em 3 meses, mas liguei todo o emagrecimento principalmente a prática de atividades físicas (eu só fazia step e jump, que são excelentes exercícios para queima de gordura).

Decidi recomeçar o uso (que tinha parado em 2012, assim como tinha acabado toda a parte saudável da minha vida. O que me fez ganhar 12kg).

Em janeiro de 2015 fui inserindo a farinha de maracujá no meu dia-a-dia.
Eu tomo leite com achocolatado todas as manhãs, então, acrescentei uma colherada no meu café da manhã. (Fui indo aos poucos… Meia colher nos primeiros dias para me acostumar com o gosto, e depois já conseguia tomar com uma colher de sopa cheia).

Em questão de dias, senti que a vontade de comer doces havia diminuído bruscamente, o que foi me ajudando a perder uns gramas por dia, o que me animavam cada vez mais.

Fiz algumas mudanças na minha rotina pra valer: Troquei tudo o que podia para integral, e o leite passei para o desnatado.
Não cortei nada da alimentação. Comia de tudo, mas em quantidades menores, já que não sentia mais tanta vontade. E se extrapolasse numa refeição, pegava mais leve na seguinte.

Em 1 mês já tinha eliminado 2kg. Isso foi me animando e vi que tinha salvação.
Não passei por nenhum grande trauma na alimentação e mesmo assim estava conseguindo emagrecer.
Fiz da farinha de maracujá minha aliada.
E minha vida começou a melhorar MUITO. 
Em julho de 2015 já tinha eliminado 11kg.

Comecei a “pisar na jaca” depois de chegar no peso que tanto sonhei, mas ainda assim sinto que está bem mais difícil de engordar (amém).

Consumo a farinha todos os dias e me sinto MUITO bem com isso.
Tento manter minha rotina de uma forma saudável, mas ainda assim não encontrei uma brecha para exercícios. O que me faz amar ainda mais essa “farofa” hahahahahah

Hoje estou 8 kg mais magra do que estava no início de 2015. Acabei “adquirindo” 3 kg porque exagerei DEMAIS neste final de ano, mas já já volto com minha rotina mais regradinha e tudo se ajeita.

Então pessoal que procura formas e formas para emagrecer, aqui fica minha dica para você eliminar as gordurinhas, e dar um “up” na saúde, já que a farinha de maracujá é natural e traz vários benefícios, como:

– Excelente fonte de fibras (Duas colheres são o suficiente para preencher 74% da nossa necessidade diária de fibras)
– Possui vários nutrientes como: Vitamina A, C e B3, cálcio, ferro e fósforo
– Tem pectina! Que auxilia no retardo do esvaziamento gástrico. Ou seja, mais saciedade por mais tempo. E também, retarda a liberação da glicose, o que diminuiu a quantidade de insulina em nosso corpo. É excelente para combater a diabete.
– Diminui as taxas de colesterol
– Melhora o funcionamento do intestino
– E diminuiu os sintomas de tpm, já que é um excelente calmante natural
– É antioxidante
(Sobre a pectina ainda: em contato com os líquidos do estomago, ela forma um “gel” que absorve as gorduras e as elimina através da urina. Então não estranhe se seu xixi parecer “gorduroso” rsrsrrsrrs)

Para auxiliar, procure manter uma refeição equilibrada, com muitas frutas, verduras, legumes, e muita água, já que esta farinha possui muitas fibras.
Se puder, adicione em sua rotina, atividade físicas.

A princípio, a farinha de maracujá não possui nenhuma contra-indicação.
Mas caso tenha alguma dúvida, procure um médico.

O indicado é ingerir uma colher de sopa por dia.
O gosto não é de chocolate nem de paçoca, mas dá pro gasto. hahahaha
Você pode misturar com: iogurte, sucos, leites, shakes, e até no feijão com arroz, já que ela não é nem doce, nem salgada.

Eu indico que se comece aos poucos. Não dá (mesmo) pra jogar uma colher cheia num potinho de iogurte já de cara, senão você vai pegar nojo e não vai mais conseguir tomar.
Então, divida o proposcional a uma colher, em várias partes. Misture no leite, depois misture mais um pouquinho no suco… E por aí vai.
Até você sentir que está confortável para consumir a colherada de uma vez só.
Eu prefiro, e como acabo ingerindo pela manhã, passo o dia todo me sentindo mais leve, e com menos pensamentos “gordurosos”.

Então mulheres, se vocês, assim como eu, buscam uma forma de eliminar uns kg indesejados, mas sem precisar abrir mão de tudo, essa dica é preciosa.

Procure em lojas de produtos naturais, e me contem.
Aqui em Curitiba/PR o kg da farinha custa em média R$ 14,00.
Mas eu compro meio kg e dura um mês inteiro (eu e meu marido consumimos…. Ah, ele eliminou 10kg em 3 meses. E olha que ele duvidava hahahaha)

Lembrando que nem água em excesso faz bem. Então respeite seus limites e procure não querer acelerar o processo. Tudo tem seu tempo.

A farinha de maracujá tem vários benefícios, além de auxiliar no emagrecimento. Mas basta ter uma alimentação balanceada, um consumo de água bacana, e mais o consumo da farinha, é questão de pouquíssimas semanas para você sentir a diferença na balança.
Ah, e tem que ter disciplina né?! Nada de tomar dia-sim-dia-não que daí não tem efeito mesmo. 

Pelo menos por aqui foi assim 🙂

Ago/14 e Ago/15




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *