Textos Gravidicas

Sobre os textos que já escrevi sobre ela…

Sabe os tantos textos que já escrevi sobre ela?
As palavras que uso pra contar mais sobre o amor que sinto, sobre nossa relação, sobre como tento fazer sempre dar certo?

Então. As vezes eu me esqueço deles.

Tem dias que preciso parar para reler o que meu coração dizia num momento bom.
É difícil admitir, mas eu tenho meus dias errados também.
Daqueles que a gente grita mais do que devia…
Encrenca mais do que precisa…
Cria um caos maior do que realmente deveria ser.

Sim. Eu erro.
E ultimamente isso tem me parecido mais constante do que poderia ser.

Posso culpar os hormônios…
O cansaço típico do final da gestação.. Ou até mesmo, dizer que o medo do novo está me fazendo surtar.

Eu posso tentar achar uma desculpa, mas não posso continuar estragando seus últimos dias de filha única com essa insegurança que sim, está tomando conta de cada milímetro do meu corpo.

Será que vou dar conta?
Como posso amar alguém como amo essa baixinha?

Minha cabeça se divide em choro e desespero, e então ela deita no meu colo e me olha como quem diz:
“Tá tudo bem. Nós nos sairemos bem”. E então eu entendo que esse barco vai longe justamente porque a criei pronta para remar comigo.

E mesmo que alguns dias sejam de tempestade, nós estamos nessa juntas… Sendo a paz e o caos uma da outra, mas aprendendo e crescendo em tamanha sintonia, que posso dizer que não importa se esqueço dos textos antigos… Ela sempre será a inspiração para que eu escreva de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *