Dicas

Item de distração para crianças em automóveis pode ser um perigo!

Sabe aquele produto novo que parece ser incrível, mas quando é analisado de perto, acaba se tornando um perigo?

Bom… Talvez eu tenha assistido séries demais (fãs de Grey’s Anatomy e E.R me entenderão), mas houve um episódio específico (4ª temporada, 8º episódio de G.A- para facilitar), onde um dos pacientes chegou ferido por estar desenhando dentro de um ônibus escolar.
O veículo colidiu com outro (ou em alguma coisa, não me lembro 😂) e o lápis que estava na mão do menino perfurou um olho! (Eu nem vou dar spoiler do final porque é ainda mais triste que isso)

E ok, pode ter sido exagerado, mas eu problematizei MESMO o uso de materiais ‘pontudos’ dentro do carro.

Evito até pirulitos.
E não é nem por medo dela engasgar com o doce. É pensando numa freada brusca (como o menor dos problemas) e já imagino o palito entrando goela abaixo.

Mas claro, isso não quer dizer que a ideia esteja totalmente errada a ponto de não poder ser utilizada. Pode ser sim, a salvação do tédio da criançada dentro do carro, mas não exatamente do jeito que mostra a foto.

Uma forma de evitar essas questão de perfuração e coisas do tipo, seria trocar os lápis e canetas por giz de cera. Que deixa a ideia mais segura por quebrar-se com facilidade (mas também existem modelos grossos que são mais resistentes, e não apresentam perigo)

Mas claro: é preciso verificar qual a preparação do seu filho para utilizar algo assim. Não imagino que seja adequado para crianças menores de 7 anos, que já estão com a coordenação motora mais avançada, e também já não costumam levar objetos à boca.

De qualquer forma, eu pensaria muito bem antes de colocar esse kit no carro.
Por enquanto ainda damos conta de curtir os trajetos só com músicas e brincando de karaokê improvisado.

Mas se um dia sentir a necessidade de distrair a baixinha com algo -ainda que eu não seja a favor de muita tecnologia para os pequenos-, acho que optaria pela opção do ‘kit cinema’ com um tablet.

Lembrando que antes de qualquer preocupação secundária com a maneira que serão distraídas, está a prioridade em circular com as crianças nos veículos de forma segura. Ou seja: NA CADEIRINHA.

Segundo o Governo Federal, os modelos de cadeira de veículos variam de acordo com a idade de cada criança, e funcionam da seguinte forma:

1) Bebês de até 1 ano de idade devem ser transportados no banco de trás do carro no bebê conforto, de costas.
2) Crianças entre 1 e 4 anos devem ficar na cadeirinha presa com o cinto e no banco traseiro.
3) Crianças com idade entre 4 e 7 anos e meio, deve ser utilizado um assento de elevação no banco de trás.
4) Crianças com idades entre 7 anos e meio e 10 anos devem utilizar apenas cinto de segurança no banco de trás.

Porém é preciso observar como prioridade o tamanho e peso da criança, além de ser essencial instalar o acessório da forma correta.

Segurança em primeiro lugar, SEMPRE!

Um beijo,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *