Puerpério, Textos Gravidicas

Preciso falar sobre a saudade…

saudade

Eu já escrevi tantos textos falando sobre como as fases ruins irão passar, mas não lembro de ter contado o que acontece quando alguns pequenos detalhes lindos da maternidade também ficam para trás.
É difícil expressar essa dor que atinge em cheio o coração… A gente sente saudade do cheiro, da textura da pele, do barulho dos goles do nosso leite. Os olhos enchem de lágrimas ao rever fotos antigas, e acabamos sempre nos questionando se aproveitamos ou não tudo o que podíamos daquele momento.

Volta e meia me pego olhando para o nada, mas com os pensamentos em tudo o que não volta mais… Eu sei que toda fase tem sua beleza, mas as primeiras são excepcionalmente as que mais deixam saudade. Talvez porque sejam justamente as fases em que mais torcemos que passem logo por causa das novas dificuldades: “por que ele está chorando?” “Não aguento mais acordar a noite inteira!”. E ficamos  tão entretidas na descoberta do que é ser mãe, que deixamos escapar entre os dedos uma realidade esmagadora: se formos parar para analisar, é a fase difícil mais fácil de todas, porque basta um colo e um peito cheio e o choro cessa.

Mas essa fase passou. E por mais que na minha cabeça de mãe, ela ainda seja um bebê, já estamos em um ponto onde nem sempre um afago é a solução, e não dormir a noite inteira é ainda mais desesperador e preocupante.

Os textos sempre foram reais: O colo deixa de ser tão interessante, o vocabulário fica cada dia mais completo e novas pessoas começam a fazer parte da vida dos pequenos… E mesmo sendo sempre protagonistas dessa história, passamos a não participar de todas as cenas.

13232875_1067138640024260_6072633648589051199_n

À medida que seus pensamentos evoluem, também crescem seus pequenos detalhes tão encantadores… O pé deixa de ter formato de pãozinho de leite, as coxas ficam mais firmes e quase impossíveis de se morder… Os dedos das mãos quase se entrelaçam com os nossos, e embora dar a mão seja uma sensação deliciosa, faz falta a sensação de conseguirmos encobrir tudo.

Às vezes me pergunto se é normal sentir vontade de me trancar no quarto e chorar de saudade, porque essas perninhas gordinhas e esses pezinhos que eram menores que meu dedo indicador, já cresceram e correm livres pela casa… Mas ao mesmo tempo em que me permito sofrer, preciso me policiar para não deixar, mais uma vez, outra fase linda passar. 

13232892_1067138586690932_1270143196209904361_n

(Texto escrito às 4 da manhã, em de um surto de insônia depois de ter sonhado com ela ainda desse tamanho)

Beijos,

para posts 2

6 thoughts on “Preciso falar sobre a saudade…

  1. Meu baby tem apenas 5 meses e eu já choro quando vejo fotos da maternidade e dos seus primeiros dias! Essa sensação de que o tempo está voando machuca demais a gente… sempre queremos aproveitar eles mais do que as 24 horas que temos no dia! E dói… dói saber que eles vão crescer e aprender a caminhar sozinhos…

  2. Menina, esse texto é belo. Estou aqui vivenciando tudo isso com meu Joaquim. Um misto de emoções e sentimentos. Com lágrimas nos olhos aqui! Um forte abraço, Vívian

  3. Ai mudeuso </3
    Minha mãe muitas vezes fala pra mim que sente saudade de mim mesma. hahaha é isso ai que você falou no seu texto. hahaha
    Ela me fala isso quase toda semana. É uma saudade engraçada. hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *