Quem sou eu?

Vocês já devem estar cansadas de me ver repetir o quanto a gravidez nos muda.
Já até postei sobre O antes e o agora, mas hoje, entrando no sexto mês de gestação percebi que já não me reconheço em muitos aspectos.
Não é só o corpo que muda. O nosso psicológico fica simplesmente desnorteado. E não digo que eu mudei pelo que era e hoje sou, mas tô confusa porque imaginei de um jeito e as coisas não estão como eu pensava… Loucura né? Antes de explicar sobre isso, separei algumas coisinhas novas na minha vida 🙂

Barriga
Parece que de umas semanas pra cá minha barriga dobrou de tamanho. Eu mal consigo ver os meus pés! =O Mas, mesmo percebendo que parece que eu engoli uma melancia, o meu cérebro não associou isso aos lugares que eu passo. Já me peguei tentando encolher a barriga pra conseguir passar em um vão pequeno de dois móveis. Lógico que as pancadinhas se tornaram rotina, e eu quase morro de vergonha só de lembrar da minha falta de noção de espaço.
Ps: Toda vez que eu me bato a Bellinha me chuta. Não sei se ela tá revidando a pancada ou mandando um “alô mamãe, tô bem!”

Dores
Acho muito chato reclamar de qualquer coisa que seja na gravidez, mas tem algo que realmente vem me incomodando e me tirando o sono que são as malditas: dores nas costas!
Não associo esse mal ao peso da barriga (até porque, só engordei 3kg até agora, e isso não daria um impacto tão grande!), mas sim à falta de posição pra dormir. Chega certa hora da madrugada que tudo no meu corpo lateja.

Insanidade
As piruetas da Bellinha estão cada dia mais fortes. Não é a toa que na maioria das vezes eu olho pro lado e tem gente me olhando esquisito, porque eu siplesmentes começo a conversar com ela e nem percebo.
Só dá: “nossa filha, que chutão” ; “ai Bellinha, desse lado machuca” ; “tá difícil de se ajeitar né guriazinha?”.
Sem contar que agora ela deu de ficar chutando minha bexiga, e na maioria das vezes, nem tem tanto xixi pra fazer… Aí é um “diálogo” intenso… Desde: POR FAVOR, EU JÁ TÔ CHEGANDO NO BANHEIRO, NÃO CHUTE SE NÃO A MAMÃE SE MIJA. E depois de feito: VOCÊ É FRESCA NÉ? NEM TAVA TIRANDO SEU ESPAÇO!
Ou seja, já posso ser considerada louca 🙂

Humor
Realmente pensei que ficaria bem mais chata na gravidez (cheguei até a ficar por um tempo), mas hoje só estou mais “manhosa”. Me sinto mais carinhosa e compreensiva, e quando vejo que vou me estressar, respiro fundo e faço cara de paisagem. Certas coisas definitivamente não valem a pena.

Fome
Entrei nesse mundo das grávidas sem dar ouvidos às inúmeras pessoas que falaram: “agora você tem que comer por dois”. Porque não tem, e nem pode comer por duas pessoas, senão, lógico, você vai ganhar um peso extra de mais um ser humano adulto! Então, desde o começo continuo me alimentando como antes, dando prioridade e acrescentando coisas mais saudáveis ao cardápio.
Tô realmente surpresa, porque pensei que assim que engravidasse, comeria loucamente e sairia rolando após cada refeição… Só que ainda bem que não! 🙂

Gente, imaginei tudo de uma forma tão diferente, que tô até surpresa em como as coisas estão.
Pensei que a essa altura eu estaria com uns 10kg a mais, sem vontade de me arrumar (afinal, nem vestir uma calça eu conseguiria – segundo meus pensamentos-), e até os serviços de casa eu deixaria de fazer, afinal: tô grávida e preciso de repouso! Só que NÃO de novo.
Estou mais viciada em limpeza, quero arrumar tudo, não páro quieta, não me dou certos luxos e estou 100% focada na vinda da Bellinha.
Vendo por esse lado, acho que o título desse post não deveria “quem sou eu?”, mas sim “Como é bom estar assim” 🙂

Não tem mais o que dizer, gravidez é tudo de bom, gente!

 Ps: 60% já foi… (:

One Reply to “Quem sou eu?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *