Textos Gravidicas

Luísa ainda mama de madrugada?

11 meses em livre demanda.
Porque sim, ela ainda mama quando estou por perto.
Não preciso mais tirar leite durante o dia porque ela se alimenta super bem, tanto das frutas, quanto das comidinhas salgadas.
Não quer mais saber de mamadeira e nunca deu trela pra chupetas.
Bebe água em copo 360°, mas não mostra interesse nenhum por qualquer outro líquido (nem chas, nem fórmulas…)
Ela não acorda pra mamar de madrugada, ela SÓ DORME MAMANDO. Ou seja: das 23h às 7h eu tenho um piercing de mamilo todo santo dia.
Ela não pode me ver, nem sentir meu cheiro ou ouvir minha voz… Já quer logo contato, pele na pele, puxa minha blusa e pede com um olhar super fofo pela “tetínea”.
Não vou mentir, às vezes fico cansada a ponto de querer dar um basta… Queria poder dormir de bruços, com um espaço só pra mim, mas eu aceito que agora as coisas não sejam assim.
Cansa, mas a dor de imaginar o fim desse ciclo incomoda muito mais, então eu deixo estar.
Toda vez que a dor nas costas aperta, ou que a exaustão parece chegar com tudo, eu me lembro que tudo o que ela quer sou eu.
Somente eu.
Quantas pessoas no mundo trocam qualquer coisa pelo meu afago?
Quantas pessoas no mundo sorriem grande só por ouvir minha voz?
Não tem jeito… É o momento dela.
É ela.
E será por muito pouco tempo, só ela…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *