Saúde e Alimentação

Bebê laranja? O que pode ser?

Luísa é um bebê que come bem desde o início. Não tem frescura com nada (exceto batata doce, único alimento que ela rejeita). E embora essa facilidade me permita abusar de um cardápio bem amplo, tenho o costume de oferecer sempre alimentos como: Mamão, abóbora, cenoura e manga.

Já faz alguns dias que tenho notado seu rostinho mais alaranjado, especialmente ao redor do nariz. Então, na última consulta com a pediatra, ela confirmou uma impregnação por betacaroteno.

Levei um susto enorme! Mas então ela explicou que não ha mal algum nisso.

Trata-se de uma questão exclusivamente estética, inclusive, isso foi uma forma de comprovar que ela está se alimentando super bem e absorvendo os nutrientes.

Embora seja algo comum, nem sempre é tão bem esclarecido. Então resolvi separar algumas informações a respeito:

O que é betacaroteno?

O betacaroteno é um pigmento que confere a cor laranja aos alimentos. É um precursor da vitamina A, que traz vários benefícios como: inibição dos radicais livres prevenindo o envelhecimento, beneficia a visão noturna, aumenta a imunidade, fortalece unhas e cabelos, atua no metabolismo das gorduras e propicia o bronzeamento da pele.

Quais são as principais fontes de betacaroteno?

Damasco, cenoura, abóbora, beterraba, mamão, manga e a batata-doce. Em quantidades menores, pode ser encontrado nos vegetais folhosos como couve, repolho, espinafre, agrião e brócolis.

Quais os perigos?

Não é perigoso para o organismo o consumo em grande quantidade. O único efeito colateral é a coloração amarelada ou alaranjada, principalmente no rosto e nas palmas dos pés e das mãos.
Isso ocorre porque a vitamina A é solúvel em gordura e não em água, como a maioria das vitaminas. Assim, é mais difícil a eliminação do seu excesso, fazendo com que ocorra a impregnação do betacaroteno na pele.

Como diminuir os efeitos no caso de impregnação?

A impregnação não deixa sequelas… Para diminuir seu efeito, basta reduzir o consumo. Com o tempo a pele volta a coloração normal.

Vale lembrar que estes alimentos são excelentes para a saúde, e não devem ser retirados do cardápio por este motivo. Para que isso não aconteça, basta evitar misturas onde mais de um dos ingredientes seja rico neste pigmento, e também intercalar as refeições com ele, por exemplo: No dia em que der mamão no café da manhã, não dar papas salgadas com cenoura ou abóbora.

Mas ai dizer que essa mocinha não fica linda até colorida?

* LEMBRANDO QUE ESTE POST FOI ESCRITO COM BASE NA MINHA EXPERIÊNCIA E INDICAÇÃO DA NOSSA PEDIATRA. SIGA SEMPRE AS INSTRUÇÕES DO PROFISSIONAL DE SAÚDE QUE ATENDE SEU BEBÊ.

Um beijo,

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *